A difícil arte de amamentar


Eu sempre tive comigo que uma mãe tinha que parir e amamentar a sua cria exclusivamente com leite materno até os 6 meses... afinal é o que é indicado pelos médicos e então é o que é certo. Certo?
Quando Adam nasceu eu simplesmente não tive leite... o leite não descia... tomei Ocitocina, Plazil... e nada... na verdade, no 5º dia desceu um pouco...
Já na maternidade, pro Adam não ficar com fome, as enfermeiras davam um complemento com Nan. Eu via aquilo e me sentia uma completa inútil e incapaz... Incapaz de suprir as necessidades do meu próprio filho...
Em casa, continuei com os complementos com Nan... o leite até que desceu mais um pouco... Mas ainda era muito pouco...
As pessoas me perguntavam  se eu tinha pouco leite e eu ficava com  a maior cara de jaca podre, porque eu não sabia se tinha pouco ou muito leite, eu simplesmente tinha leite...
Em uma visita dos meus pais aqui em casa minha mãe meio com medo da minha resposta, tentou me dizer que o Adam estava com fome... mas eu não quis acreditar, afinal estava seguindo orientação médica... e blá blá blá..
Eu percebia o Adam apático... com olhar parado, olhando pro nada... (como mãe de primeira viagem eu pensei que fosse normal...) Ele dormia boa parte do dia e berrava a noite inteira...
Não aguentei. Levei ao pediatra e aí veio o tapa na minha cara... o médico simplesmente disse:
Mãe, o seu filho chora de fome....
Aí quem chorou foi eu... Desabei a chorar na sala do médico... e o coitado do senhorzinho tentando me acalmar...
Me senti muito, mas muito mal por saber que mesmo sem querer eu estava prejudicando o meu menino...
Quando cheguei em casa, dei 90 ml de Nan e ele dormiu a noite inteira... Isso fez com que eu me sentisse ainda mais culpada... porque confirmou que ele realmente estava chorando de fome...
Depois disso, durante algumas semanas eu olhava pra ele e desabaca a chorar... Dar o peito pra ele era muito dolorido, eu chorava porque sabia que mesmo ele se esforçando em sugar não saia nada... ou muito pouco... Mesmo assim eu tentei... Continuei com a Ocitocina, Plazil, também tomei Água Ingleza, rios de chá de camomila e um monte de canjica e nada... absolutamente nada...
Resolvi para de sofrer e parar de fazer ele se esforçar em vão e parei com o peito. Isso me doeu tanto também... foi diferente de tudo o que eu imaginava...
Acabou meu sonho de amamentar com exclusividade...
Por outro lado, Adam recuperou o seu peso, Graças a Deus e ao Nan!!!
Está lindo e forte!!!
Alguém duvida??? Ó:

Coisinhamaislindadamãe!!!

Quando me perguntam se eu dou o peito e eu digo que não, algumas pessoas me olham torto, como se eu fosse culpada por não ter tido leite...
Confesso que as vezes me sinto meio E.T...
Enfim... pra mim, o mais importante hoje não é amamentar com exclusividade, o mais importante é meu filho estar bem, saudável e forte. O resto... fica pra quem tem rios de leite!!!
Admiro de coração quem consegue!!! Mas pra quem não conseguiu, não se culpem, não se frustrem... Isso é mais comum do que imaginamos. E não amamos menos ou cuidamos menos por não poder amamentar.

Um beijo no coração! 



Comentários

  1. Oi Dan... realmente vc tem toda a razão! Tb estou passando por um momento dificil na hora de amamentar a minha princesa. No meu caso é excesso de leite!!! E pode acreditar isso tb esta sendo um momento dificil para mim, mãe de primeira viagem e com o incrível sonho de amamentar a sua cria ate a hora recomendada pelos médicos e eu sonhava mais... amamentar até mais de 1 ano, pois ela ficaria mais forte que nunca... mas infelizmente aquele sonho está sendo mais um pesadelo. Meus peitos não estão colaborando muito para o leite sair!!! Estão mega doloridos, machucados, rachados e ainda por cima descobri que estou com MASTITE!!! Que seria excesso de produção de leite e minha filha não esta bebendo tudo que o meu corpo produz... e olha que ela é uma bezerrinha... super gulosa!!! Toda vez que ela acordava, eu já pensava no pesadelo e na dor de dar o peito para ela... mas fazer o que??? Afinal, como todo mundo diz: Mãe é mãe... mãe é padecer no paraíso... E lá ia eu pegar minha pequena, com mil parafernalhas diferentes: almofada de amamentar, um travesseiro nas costas, sentar na poltrona, e ainda colocava um travesseiro pequeno para apoiar o meu braço, pois ainda vinha de brinde uma mega dor nas costas. Eu colocava ela no meu peito e chorava de tanta dor, e ela com a paz dela, me dava forças para suportar tanta dor, afinal ela estava simplesmente com fome! Mas estava muito dificil dar leite para ela, então decidi tira o leite na bombinha... mas não era o suficiente e tive que correr para o incrivel Nan...rsrs
    Sempre falo para a minha mãe que ninguem me contou essas partes de ser mãe... estou exausta e até um pouco assustada!!!
    Mas como tudo tem uma saída estou eu aqui, fazendo de tudo para meus peitos ficarem bons para tentar dar o tão sonhado ouro branco para nossos pequenos: estou tomando antibiotico para tratar da mastite, colocando Mamare nos mamilos para cicatrizar os machucados, passando Lansinoh toda vez que posso, ficando com os peitos no sol para cicatrizar, tirando na bombinha somente quando o peito esta cheio, para não forçar o bico,tomando lisador, arnica em gotas pois dizem que é bom para cicatrizar e tentando não encanar mais com tanta coisa para me recuperar logo!!!
    Com tudo isso vou revezando o meu leite com o Nan para a minha gostosa crescer forte e feliz!!!
    Mas sinceramente vou tentar até aonde eu posso e não vou forçar a minha natureza e passar toda a minha dor e tristeza para a minha filha só para seguir um padrão imposto por todos!!! E imposto principalmente por mim mesma!!!
    Obrigada amiga por me deixar compartilhar isso com vc, por me tirar um mega peso das costas e por dividir as dores comigo!!!
    Estou me sentindo até mais leve... e minha filha sonhando com a barriguinha dela cheia, que tadinha nem sabe ainda dos perrengues desse mundo... e o pior, não sabe dos perrengues que nós mulheres passamos na nossa jornada aqui na Terra!!!
    Bem vida ao mundo das mulher minha pequena!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo o seu depoimento Ju... Realmente acho que vc não pode forçar a sua natureza. Vá até onde conseguir... com a certeza de que fez tudo o que pode. No final, é isso o que vale a pena! Ver nossos pequenos crescerem fortes e saudáveis nos faz esquecer de qq dor!
      Força aí hein menina!!!
      Conte comigo sempre!

      bjs!

      Excluir
    2. Ja falei que adoro esse blog ??!!! rsrsrs
      Bom tambem vou dividir minha experiencia da amamentacao que eh diferente de vcs duas.... mas ainda sim complicadinha!!!
      No hospital minha filha jah nao tava nem ai pro meu peito... todas as enfermeiras vinham com receitas magicas ... sacudiram a menina toda ... mudaram milhoes de posicoes e ateh besliscavam o bico do meu peito ateh a lagrima aparecer no meu olho, mas ela nao pegava no peito! Conforme os medicos o recem nascido tem uma reserva e pode ficar ateh 72hrs sem se alimentar... com 24hrs minha filha comecou a chorar desesperadamente ... gritou por uma noite inteira e a “mae de primeira viagem” aqui achou que estava tudo sob controle.... com 48hrs a glicemia dela caiu e comecou ficar com manchas roxas pelo corpo. Foi ai que a pediatra veio na maior delicadeza me falar que se nao desse o Nan ela soh ia piorar, obvio que eu deixei dar. Mas demorou demais !!! Minha pequena comecou a apresentar alteracoes cardiacas por conta do nervoso que passou e teve que ser internada na Semi UTI e nessa eu tive alta do hospital. Imaginem vcs maes que vao pra maternidade cheias de expectativas e saem de lah com um vaso de flores ao inves do seus filhos??!!! Acreditem, nenhuma dor eh maior do que vc deixar seu bebezinho todo ligado em fiozinhos, sozinho em um hospital. Eu fiquei desesperada! Depois de muitos exames, gracas a Deus nao acharam nada, foi apenas um pico de stress pela fome!!!
      Deixei todas as ilusoes de amamentacao exclusiva da minha ideia de mae perfeita e assim que minha pequena saiu do hospital passamos na primeira farmacia pra garantir o Nan dela. Com o tempo ela se adaptou ao peito, mas depois do susto nao confio 100% entao continuo usando o "complemento" pra garantir que ela tenha o suficiente pra crescer forte e sem stress!!
      Vendo as experiencias de vcs eu penso .... sera q a realidade da maravilhosa amamentacao eh menos comum do que as pessoas contam??!!!

      Excluir
    3. Taty!!! Fico tão feliz por gostarem do blogger!!! isso me inspira a mantê-lo!!!
      Puts! que situação hein menina??? Vir pra casa sem o filhote realmente deve ser uma dor sem tamanho!!!
      Graças a Deus que tudo deu certo!!!
      Eu não acredito mais em nada perfeito! Já disse isso num post antigo, que bbs vem com um manual sim, os da revista, da televisão... "da mídia", mas no nosso dia a dia de mulheres mortais e imperfeitas, a coisa é totalmente diferente!
      Pro meu filhote já foi Nan, água, chá e se algum médico disser que não pode eu simplesmente digo que dei sim e não fez mal algum!!! risos (A revoltada!!!)

      bjs!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Vontade...

Mãe também erra

Comemoração em dose dupla: Aniversário de casamento e mêsversário do pequeno!!!